Ballet Clássico, viva o prazer do movimento

31/10/2011 - 00:00:00 | 133

Flexibilidade, concentração e consciência corporal estão entre os benefícios desta forma de expressão

\r\n Considerada uma das mais antigas formas de expressão, a dança é uma necessidade natural e instintiva do homem. Usar os gestos e movimentos ajudava a agradar ou acalmar os deuses, a pedir chuvas e boas colheitas, a curar doenças e agradecer vitórias, a se divertir e celebrar a vida.
\r\n
\r\n É neste contexto que surge o Ballet Clássico, arte formada pela técnica, música e atuação. Hoje, a ideia de que para aprender o ballet era necessário começar na mais tenra idade, já cai por água abaixo. É possível encontrar aulas de ballet clássico para adultos, tanto para aqueles que nunca experimentaram uma sapatilha antes, como para quem, pelas próprias circunstâncias da vida, deixou de dançar e está retomando a dança agora.
\r\n
\r\n O ballet clássico desenvolve não apenas os músculos, mas também a disciplina, a concentração, a mente e o espírito. Permite expressar tudo o que é sentido e vivido.  Assim, esta arte ajuda a:
\r\n
\r\n - Desenvolver a sociabilidade e a encontrar novas amizades;
\r\n - Conhecer e a controlar o corpo e os movimentos;
\r\n - Confiar em si e a ter mais segurança;
\r\n - Melhorar a postura, a habilidade e a resistência física;
\r\n - Desenvolver a musicalidade e o ritmo;
\r\n - Promover o conhecimento de outras formar de arte;
\r\n - Desenvolver a coordenação motora, a flexibilidade e a agilidade;
\r\n - Ter consciência corporal, equilíbrio e força muscular;
\r\n - A criatividade e a imaginação.
\r\n
\r\n Não há idade para conquistar estes benefícios, mas é fundamental aprender com um profissional bem preparado e capacitado, com conhecimentos e didática suficientes para que o aluno aprenda com segurança. Caso contrário, um movimento mal orientado poderá causar lesões nos joelhos, sobrecarregar os tendões dos tornozelos ou estiramentos e distensões musculares.
\r\n
\r\n Para quem vai começar, é importante respeitar os limites e o ritmo do próprio corpo. Como todo exercício, o ballet clássico pede dedicação e constância – faça, pelo menos, duas aulas por semana.
\r\n
\r\n Os pais que incentivam a aprendizagem do ballet clássico nos filhos, também ganham -  e muito! O ballet acaba envolvendo a família no desenvolvimento das habilidades dos seus filhos. Assistir as apresentações artísticos dos filhotes desenvolve o lado “coruja” de pais e mães, além de ser uma oportunidade excelente para compartilhar e acompanhar cada conquista dos pequenos.
\r\n
\r\n Por: AgComunicado

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos