Bicho geográfico: atenção nas praias e parquinhos

23/12/2011 - 00:00:00 | 141

Evitar contato direto com a areia contaminada é uma forma de prevenção\r\n

\r\n O nome é divertido, mas não o que ele produz na pele das pessoas, especialmente das crianças. O bicho geográfico, como é popularmente conhecido, corresponde à larva migrans (Ancylostoma), parasita que vive no intestino de animais como cães e gatos.
\r\n
\r\n Ele aparece com maior incidência em países como o nosso, de clima tropical e subtropical, especialmente na areia das praias, mas também em tanques de parquinhos, locais onde os animais domésticos costumam deixar suas fezes. Se estes animais estiverem contaminados, os ovos deste parasita são liberados juntamente com as fezes. O ambiente úmido e quente acaba tornando o ambiente propício para transformá-los em larvas que, em apenas 24 horas, se tornam altamente infectantes.
\r\n
\r\n Ao entrar em contato a pele humana, principalmente dos glúteos, pés, pernas, costas e mãos, este parasita deixa um rastro sob a pele muito similar a um mapa. Ela acaba por ficar inchada, inflamada e a coceira é quase insuportável, principalmente à noite. O ato de coçar pode levar ainda a infecções secundárias, e  como tais larvas eliminam substâncias tóxicas, podem causar ainda uma reação alérgica, tosse e falta de ar.
\r\n
\r\n Ao detectar a contaminação, vá ao médico o quanto antes. O tratamento compreende o uso de medicamentos, como pomadas específicas ou vermífugos. A coceira pode ser aliviada aplicando no local afetado compressas de água gelada, ou gelo.
\r\n
\r\n Para prevenir o contágio, evite andar descalço por onde passam cães e gatos, recolha sempre as fezes do seu cão e, quando for à praia, deixe-o em casa.  Levar o bichinho de estimação periodicamente ao veterinário é uma maneira de cuidar tanto da saúde dele como da sua. Na praia, ao sentar ou deitar sobre a areia, use uma esteira, toalha ou canga. Tenha cuidado ao levar o seu filho para brincar em parquinhos – evite que tenham contato com a areia de tanquinhos, a não ser que tenha a certeza de que se trata de um local bem cuidado, devidamente limpo. Se isto for impossível, permita que ele brinque, calçado e vestido, e lave muito bem as suas mãozinhas depois da brincadeira.  

\r\n

\r\n
\r\n Por: AgComunicado

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos