Como funcionam as balanças caseiras que medem taxas de gordura

28/02/2012 - 00:00:00 | 136

\r\nSe você não for atleta profissional, a balança caseira pode ajudá-lo a controlar sua evolução na academia

\r\n  

\r\n
\r\n Existem hoje no mercado várias balanças digitais que, além do peso, medem taxas de gordura corporal. Os frequentadores de academias costumam criticá-las, dizendo que não são precisas, e que a medição das dobras cutâneas e posterior cálculo da média para o corpo todo seria mais eficiente. Porém, a balança caseira utiliza um método mais preciso, pois realiza a medição por bioimpedância.
\r\n
\r\n  
\r\n
\r\n O que é bioimpedância – Por meio de uma corrente elétrica basicamente imperceptível, é possível avaliar a massa gorda, que é a porcentagem de gordura corporal; a massa magra (músculos, ossos e vísceras) e a água corporal (% de água na massa magra). Para uma pessoa que busca avaliar sua evolução, ou seja, quanto de gordura está perdendo com o treinamento na academia e quanto de massa magra está ganhando (o ganho de massa magra está relacionado quase sempre a músculos maiores e por isso mais pesados), uma balança desse tipo em casa pode ajudar. No conforto do lar, é bem cômodo subir na balança sempre nos mesmos horários, sem roupas, para medições regulares.
\r\n
\r\n  
\r\n
\r\n Se por um lado pode haver alguma imprecisão na balança caseira, ela é mínima e insignificante para as pessoas em geral. Apenas atletas profissionais precisam passar por exames mais complexos.
\r\n
\r\n  
\r\n
\r\n O exame regular de porcentagens de composição corporal pode ser útil para avaliar o estado geral do corpo, porém não deve se tornar uma neurose. A busca desenfreada por taxas irreais de gordura é um problema relativamente comum nas academias. Mais importante que um simples número é a pessoa estar de bem com a vida e com seu próprio corpo. Comparações com corpos de atletas e a não aceitação de seu próprio biotipo podem levar algumas pessoas, em geral adolescentes, aos perigosos problemas de anorexia e da vigorexia. 
\r\n
\r\n  
\r\n
\r\n Por: AgComunicado
\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos