Emagrecer demais pode ser perigoso

16/03/2011 - 00:00:00 | 143

Perda de peso repentina precisa sempre ser investigada

Homens e mulheres estão sempre de olho nos ponteiros da balança, por preocupações de saúde, estéticas ou ambas. No entanto, ao observarmos um corpo magro demais, pensamos em desnutrição, dietas rigorosas ou mesmo anorexia. Um corpo abaixo do peso ideal pode esconder doenças como diabetes e hipertireoidismo,  assim como pode acarretar distúrbios perigosos. 

\r\n

Quando a balança está  abaixo do esperado sem motivo aparente, algo pode não estar bem no organismo. No entanto, nem todas as pessoas que parecem muito magras fazem dieta, estão desnutridas ou anoréxicas. Cada pessoa tem um metabolismo e diferentes fatores devem ser levados em conta, inclusive o Índice de Massa Corpórea (IMC). 

\r\n

Emagrecimentos repentinos precisam sempre ser investigados. Doenças como hipertireoidismo, câncer, diabetes, hepatite C e anorexia podem levar à perda abrupta de peso. Ficar com um corpo esbelto é bacana, mas a saúde não deve ser comprometida, pois estas enfermidades são sérias e podem levar à morte. 

\r\n

A idade também influencia a perda de peso. Com o passar dos anos torna-se um pouco mais difícil perder peso (nada impossível). De qualquer forma as atenções devem redobrar em caso de emagrecimento severo em qualquer idade.  

\r\n

Para descobrir a faixa de peso ideal, é preciso fazer o cálculo do IMC, estipulado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Este número leva em conta a altura e o peso da pessoa para determinar se o indivíduo está obeso, no peso ideal ou com sobrepeso. 

\r\n
    \r\n
  • Abaixo de 16: desnutrição;
  • \r\n
  • Entre 16,1 de 18,4: abaixo do peso;
  • \r\n
  • Entre 18,5 e 24,9: peso normal;
  • \r\n
  • Entre 25 e 29,9: sobrepeso;
  • \r\n
  • Acima de 30: obesidade.
  • \r\n
\r\n

Ao perder muito peso em um curto período de tempo, é preciso investigar a causa do emagrecimento. A melhor maneira é procurar um médico para a realização de exames que apontarão a causa do baixo peso. 

\r\n

 

\r\n

Autor:  Agência Comunicado

\r\n

Fonte:  Terra e Correio do Estado 

\r\n

 



  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos