Ginkgo biloba: para combater os efeitos da velhice

29/11/2011 - 00:00:00 | 140

Desde que utilizada na forma de extrato, erva milenar cuida da memória, problemas respiratórios e labirintite

\r\n Quem pensa que os medicamentos fitoterápicos e as plantas medicinais não produzem  efeitos colaterais, engana-se. Com a Ginkgo biloba (Gb) não é muito diferente.
\r\n
\r\n Batizada de “fóssil vivo” pelos estudiosos, esta erva utilizada pela medicina chinesa há milênios é, na verdade, uma árvore que pode atingir 40 metros de altura e viver até 4 mil anos! Nativa de países como Coréia, China e Japão, caracteriza-se por ser altamente resistente e ter propriedades terapêuticas. Por isso, é uma das plantas mais utilizadas no mundo em remédios caseiros ou fitoterápicos.
\r\n
\r\n O extrato de suas folhas é muito usado no tratamento de problemas respiratórios. Tem sido utilizada também para tratar asma, impotência sexual, alergias e tensão pré-menstrual (TPM). Acredita-se até que a Gb é um “antídoto” contra a velhice e seus efeitos, pois ativa a memória e melhora problemas relacionados a labirintite e dores de cabeça.  Apesar de ser um ativador da memória, pesquisadores nos últimos anos têm questionado o uso da Gingko Biloba no tratamento de doenças como o mal de Alzheimer, por considerarem que ainda não há evidências científicas suficientes que comprovem os seus benefícios neste caso.
\r\n
\r\n Preste atenção quanto à forma como é utilizada. Não é recomendado o consumo desta erva fresca ou seca, como chá ou em contato direto com a pele – isso devido à presença de substâncias tóxicas que podem provocar alergias ou reações do sistema nervoso, trazendo sérios riscos para a saúde. A maioria dos fitoterápicos produzidos com Gb é feita a base de um extrato padronizado das folhas, obtido através de processos que envolvem várias etapas, e, no final, concentram os componentes ativos, removendo parte das substâncias potencialmente tóxicas.
\r\n
\r\n Não há contraindicações, desde que a Gb seja utilizada na forma de extrato. Entre os efeitos adversos, que são raros, podem ocorrer leves irritações do estômago, diarreia, gases, náuseas, vômitos, dor de cabeça, sangramento e reações alérgicas na pele por contato. Crianças e mulheres grávidas devem evitar o uso da Gb.
\r\n
\r\n É possível encontrar a Gb em cápsulas, comprimidos, aerossóis sublinguais e tinturas, preparados a partir de extratos secos ou fluidos.
\r\n
\r\n
\r\n Por: AgComunicado
\r\n       

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos