Hortelã: da culinária para a ação antimicrobiana

26/10/2011 - 00:00:00 | 161

Além de refrescante e facilitar a digestão dos alimentos, pesquisas indicam que esta planta pode combater doenças

\r\n
\r\n Depois da malhação, é hora de cuidar da hidratação do organismo. Nos dias frios, ela cai bem como chá, pois ajuda na digestão e a eliminar as toxinas. No calor, é refrescante e combina perfeitamente com o abacaxi, na forma de suco. Na culinária árabe, é indispensável, mas também é muito utilizada em países como Israel, Líbano, Vietnã e Turquia. No Ocidente, licores, doces, sobremesas e chocolates ganham um toque especial quando a receita leva hortelã – ou menta.
\r\n
\r\n De cheiro inigualável, a hortelã  é uma planta aromática, pequenina, de até 80 cm de altura, e o seu sabor é marcante. Há uma infinidade de espécies diferentes, algumas encontradas no sul e centro da Europa, outras no Oriente Médio e centro da Ásia, mas é o norte da África o seu principal produtor. O seu óleo essencial está composto, principalmente, pelo mentol (50%)  que lhe confere um odor refrescante, em geral encontrado em folhas mais velhas.
\r\n
\r\n Para cuidar da má digestão, gripes, resfriados e dor de garganta, nada melhor que o chá de hortelã. E ainda serve para aliviar picadas de insetos e atua contra o enjoo, purifica o organismo, diminui a temperatura do fígado, acalma e ainda garante uma boa noite de sono.
\r\n
\r\n É encontrada fresca, em ramalhetes, em feiras ou lojas especializadas, mas também seca ou em pó. Se for adquiri-la fresca, escolha as folhas mais vistosas, evite as murchas, ressecadas e manchadas. Já a hortelã seca vem acondicionada em vidros ou embalagens escuras, pois ajuda a protegê-la da luz. Esteja sempre atento ao prazo de validade.
\r\n
\r\n Para conservá-la fresca, o certo é lavá-la, secá-la e guardá-la em um saco plástico, na geladeira. Pode também ser congelada, mas para isso é preciso retirar as folhas do caule e picá-las, colocando-as em seguida em uma fôrma de gelo com água e levadas ao congelador.
\r\n
\r\n A hortelã pode ser seca ao ar livre, em local com sombra e bem ventilado. No microondas, as folhas devem antes ser lavadas, separadas do talo e colocadas sobre o prato do microondas forrado com papel absorvente. Em seguida, as folhas devem ser espalhadas sobre o papel, deixando livre o centro do prato. Ligue o micro em potência máxima, entre três e quatro minutos.
\r\n
\r\n Novas descobertas – Pesquisa feita na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) concluíram que a hortelã é um poderoso antimicrobiano contra a candidíase, principalmente a albicans, que se desenvolve na mucosa da boca. Os pesquisadores extraíram o óleo de diferentes espécies de menta e testaram a menor concentração capaz de apresentar um efeito antimicrobiano. Avaliaram ao todo 64 tipos diferentes de plantas.
\r\n
\r\n A hortelã pode assim colaborar com novas formas de tratamento. Diversos estudos realizados em todo o mundo têm analisado diversas espécies levando em conta as diferenças metabólicas, composições químicas, propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais. Atualmente diversas pesquisas estão realizando uma avaliação biológica das  propriedades medicinais da hortelã para combater diversos tipos de doenças.
\r\n
\r\n Por: AgComunicado

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos