Lipodistrofia Ginoide ou Celulite

09/09/2011 - 00:00:00 | 136

Não desanime: mais de 95% das mulheres terão – se é que já não têm – os indesejáveis furinhos na pele.

\r\n A celulite, ou lipodistrofia ginoide, costuma se desenvolver no sexo feminino principalmente na adolescência e gravidez, quando o organismo passa por profundas alterações hormonais, ou como consequência do uso de anticoncepcionais. Além da preocupação estética, a celulite não causa graves problemas de saúde, mas piora com a idade, agravada pela gorduras localizadas e flacidez.
\r\n
\r\n Não se sabe ao certo o que leva ao surgimento da celulite. Além da questão hormonal, alterações enzimáticas e fatores hereditários estão também envolvidos. Abdômen, nádegas, coxas, pernas, culotes e quadris estão entre as áreas do corpo mais atingidas, e é inegável que o aspecto que a pele adquire de "casca de laranja" incomoda, principalmente no verão!
\r\n
\r\n A celulite se forma porque no organismo há células que tem como função acumular energia sob a forma de gordura, pronta para ser usada quando necessário. Estas células gordurosas recebem o nome de adipócitos e estão localizadas na camada mais profunda da pele, a hipoderme. Esta camada possui fibras que ligam a superfície ao tecido mais profundo – são estas “pontes fibrosas” que repuxam a pele para baixo, que acaba ficando com o indesejável aspecto de "furinhos”.
\r\n
\r\n Não se conhece, ainda, qual a relação exata entre a celulite e a obesidade. O que se sabe é que ela aparece mais com o aumento do peso, pois o surgimento de mais células gordurosas acentua o repuxo das fibras. Tal acúmulo de gordura pode comprimir os vasos sanguíneos e linfáticos formando o edema (inchaço) e a fibrose. Nestes casos pode haver um agravamento da celulite, com a formação de regiões endurecidas e com nódulos. Pode haver inflamação e dor no local.
\r\n
\r\n A celulite é classificada conforme o grau de gravidade: no grau 1, só se notam os furinhos quando a pele é comprimida. Crianças e adolescentes costumam apresentar celulite neste grau; já no grau 2, os furinhos são percebidos sem compressão da pele, e ao passar a mão sobre a pele, sentimos uma ondulação; no grau 3, basta olhar a pele para perceber os nódulos, que são endurecidos e, inclusive, com dor local.
\r\n
\r\n É muito difícil evitar a formação da celulite, mas é importante:
\r\n Evitar estar acima do peso;
\r\n Praticar atividade física;
\r\n Cuidar das emoções, e não se estressar;
\r\n Não fumar, pois o cigarro dificulta a circulação do sangue, a oxigenação dos tecidos e aumenta a retenção de toxinas;
\r\n Beber bastante água (2 a 3 litros por dia) para estimular os rins e eliminar as toxinas;
\r\n Controlar a quantidade de sal na alimentação, pois ele estimula a retenção de líquidos;
\r\n Evite alimentos ricos em gordura, como queijos amarelos,chocolates, creme de leite, chantilly, manteiga e frituras, assim como bebidas alcoólicas, doces e açúcar.
\r\n
\r\n Entre os diversos tratamentos, estão: a subcisão, técnica utilizada somente por médicos habilitados para cortar as fibras que repuxam a pele para baixo, desfazendo os nódulos, e que exige anestesia local; a mesoterapia, que injeta substâncias diretamente nos locais afetados, estimulando a quebra da gordura e melhorando a circulação sanguínea; a eletrolipoforese, técnica que utiliza agulhas na pele ligadas a um aparelho que transmite corrente elétrica de baixa frequência para quebrar a gordura dentro das células; drenagem linfática, massagem que estimula a reabsorção do edema da celulite para os canais linfáticos e, finalmente, os cremes cosméticos, cuja composição leva à quebra das gorduras.
\r\n
\r\n O tratamento para a celulite, porém, inclui mudanças nos hábitos alimentares e costumes. Cabe ao seu médico dermatologista indicar a forma de tratamento mais adequada.
\r\n
\r\n Por: AgComunicado

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos