Livro derruba várias hipóteses que relaciona aspectos da personalidade a maior expectativa de vida

16/03/2011 - 00:00:00 | 132

Segundo os pesquisadores, casamento não influencia longevidade das mulheres

\r\n De acordo com os autores do estudo Longevity Project, da Universidade da Califórnia, que se aprofundou nas relações entre personalidade, comportamentos e expectativa de vida, a ingestão de vegetais, a prática de esportes, tentar não ter muitas preocupações e estar sempre sorrindo podem realmente fazer bem à saúde e gerar qualidade de vida, mas não significam necessariamente que levam a uma maior longevidade.  

\r\n

\r\n Por 20 anos os professores de psicologia Howard Friedman e Leslie Martin estudaram 1,5 mil pessoas que participaram de uma pesquisa iniciada em 1921, por um psicólogo da Universidade Stanford. Eles revisaram dados sobre personalidade, estilo de vida, estado de saúde e causa de morte dessas pessoas, e separaram as características prevalentes entre os mais longevos. Os resultados estão no livro que acaba de ser publicado nos Estados Unidos, sem previsão de lançamento no Brasil.  

\r\n

\r\n O livro derruba várias hipóteses sobre comportamentos que aumentariam a expectativa de vida, não encontrando relação entre hábitos alimentares e vida mais longa. Surpreendentemente, os pesquisadores descobriram que as pessoas mais felizes na infância morreram mais cedo.  

\r\n

\r\n Segundo o estudo, a característica predominante na infância dos mais longevos foi o senso de responsabilidade. A hipótese é que essas crianças mais sérias mantiveram a característica durante a vida, evitando comportamentos de risco e dedicando mais cuidados ao seu bem-estar. 

\r\n

\r\n Outro resultado interessante foi o papel do casamento na expectativa de vida. Algumas pesquisas mostram que pessoas casadas são mais saudáveis e longevas. Nesta pesquisa em específico, isso foi verdade para os homens. Porém, para as mulheres, o casamento não aumentou nem diminuiu a expectativa de vida. O divórcio também não influenciou o tempo de vida das mulheres, independentemente de elas terem ou não se casado novamente.  

\r\n

\r\n  

\r\n

\r\n Autor:  Agência Comunicado

\r\n

\r\n Fonte:  Folha.com

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos