Maioria dos pacientes com câncer em São Paulo sofre de desnutrição

11/03/2011 - 00:00:00 | 96

Suplementos alimentares ajudam no combate à doença

O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) conduziu um estudo que mostra que aproximadamente 60% dos pacientes com câncer apresentam quadros variados de desnutrição. Muitos chegam para o tratamento já com algum grau de deficiência nutricional. É importante alertar que as pessoas precisam manter uma boa alimentação durante toda a vida para evitar esse quadro. 

\r\n

 
Os pacientes que enfrentam tratamentos para combater o câncer têm três vezes mais chance de ter problemas de alimentação do que os portadores de outras enfermidades. Isso pode ser explicado em parte pelo fato de o próprio tratamento oncológico, que pode envolver medicações associadas à quimioterapia, radioterapia ou cirurgia, gerar efeitos colaterais desagradáveis, como a diminuição do apetite, náuseas e mudanças no paladar. Trata-se de uma fase difícil também no setor emocional. Por outro lado, o paciente apresenta um aumento de suas necessidades de energia e proteínas em virtude da doença. A soma destes fatores pode contribuir para a desnutrição, que é um desequilíbrio entre as necessidades do organismo e a ingestão de nutrientes.  

\r\n

O Icesp atende pacientes já  diagnosticados com câncer. A maioria chega desnutrida ao hospital ou com risco nutricional. Nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), o índice chega a 78% dos pacientes. Os números são parecidos aos do pronto atendimento, que registra 72%. Nas enfermarias cirúrgicas, a média de indivíduos desnutridos é de 20%. Já nas enfermarias da oncologia clínica geral, o índice é de 59%. 

\r\n

Uma das formas de mudar esse cenário é a indicação de suplementos alimentares logo no início do tratamento, pois eles podem reduzir a mortalidade. Quanto mais cedo for feita a intervenção, maior é a chance de cura. Alguns dos sinais do início da desnutrição é a perda de peso, desânimo, cansaço, mal-estar, unhas quebradiças e pele ressecada. O paciente oncológico precisa de orientações de  um nutricionista desde o início de seu tratamento para evitar a desnutrição ou recuperar o bom estado nutricional. A identificação da desnutrição precisa ser feita logo no início do tratamento oncológico. A ação nutricional adequada ajuda na cura da doença. 

\r\n

 Fonte:  Agência Comunicado 

\r\n

 



  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos