Uso prolongado de notebooks aumenta casos de dores e lesões em ligamentos e articulações

29/03/2011 - 00:00:00 | 89

Ideal é acoplar um teclado e usar um suporte para elevar a altura da tela

O uso constante dos notebooks tem gerado aumento nos casos de dores e lesões em ligamentos e articulações. O formato do aparelho dificulta a boa postura durante a digitação e pode causar problemas nos ombros, cotovelos, punhos e na coluna, além de dor de cabeça.

\r\n

 
No Brasil, a preferência pelos laptops é alavancada pela queda nos preços e a facilidade no transporte. Infelizmente, os efeitos já  são sentidos nas clínicas. Muitos pacientes chegam com dores e, segundo especialistas, a maioria dos problemas é de má postura.

\r\n

 
Um recente estudo publicado na revista "Ergonomics" por pesquisadores da Boston University Sargent College, nos Estados Unidos, mostra que usar o notebook por mais de quatro horas por dia já causa riscos de dores e lesões. A pesquisa também avaliou o impacto do uso de cadeiras adequadas, suporte e teclado sem fio na redução de dores de 88 universitários durante três meses. O grupo que usou os acessórios apresentou menos problemas. 

\r\n

Má  postura – Como o monitor do notebook é fixo, não dá para deixá-lo na altura ideal sem a ajuda dos acessórios. No improviso, o usuário força o pescoço para baixo, tensionando ombros e coluna. Os punhos também ficam mais tensos, porque é mais difícil apoiá-los no laptop. A posição errada altera a circulação sanguínea e afeta a nutrição dos tecidos, o que pode causar inflamações. 

\r\n

O que fazer? O ideal é acoplar um teclado ao aparelho, para melhorar a posição das mãos, e usar um suporte para elevar a tela à altura dos olhos. A altura das teclas deve permitir que os ombros fiquem relaxados. O notebook não deve ser usado no colo, na cama ou em mesas altas. Quanto menor o aparelho, maiores são os riscos. Teclas pequenas obrigam o usuário a adotar uma postura restrita, comprimindo músculos e gerando tensão em todo o corpo. 

\r\n

 

\r\n

Autor:  Agência Comunicado

\r\n

Fonte:  Folha de S. Paulo 



  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos