Vitamina D é deficiente no organismo do brasileiro

05/10/2011 - 00:00:00 | 135

\r\nPesquisa do IBGE revela que a deficiência desta vitamina atinge todas as faixas etárias

\r\n Vital para o crescimento e desenvolvimento dos ossos, a vitamina D está em baixa na população brasileira. É o que revelam os resultados de um estudo recentemente divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), intitulado Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009. O levantamento constatou baixíssimos níveis de vitamina D em 99,6% entre os homens, mulheres, crianças e adolescentes.
\r\n
\r\n A ingestão inadequada de vitamina D acontece, assim, em uma fase importante do crescimento, na infância e adolescência, mas também em uma idade em que ossos começam a se fragilizar, após os 60 anos. A falta de vitamina D diminui a absorção e o aproveitamento de cálcio e fósforo pelo organismo, o que aumenta o risco para o desenvolvimento da osteoporose. Por outro lado, esta vitamina em excesso é tóxica ao organismo.
\r\n
\r\n A exposição à luz do sol deveria fornecer, para a maioria das pessoas, a quantidade necessária de vitamina D. Isso porque esta vitamina é sintetizada na pele pela ação dos raios ultravioletas da luz solar sobre uma substância que está presente na epiderme. Acontece que, à medida que a idade avança, a pele perde essa capacidade de sintetização e torna-se necessário ingeri-la através de suplemento vitamínico ou alimentação. Dermatologistas alertam que o uso de filtros solares limita a produção da vitamina D, tão importante também para o metabolismo e atividades cardíacas, neurológicas e musculares. Porém, não é recomendável deixar de utilizá-los. O ideal é falar com o médico para saber se o nível de vitamina D está adequado e priorizar alimentos ricos nesta vitamina, tais como:
\r\n
\r\n •    leite integral,
\r\n •    queijo, manteiga e iogurte,
\r\n •    gema de ovo,
\r\n •    sardinhas e atum em lata,
\r\n •    óleo de fígado de bacalhau,  
\r\n •    óleo de fígado de tubarão,
\r\n •    fígado de boi,
\r\n •    salmão, atum, ostras e camarão.
\r\n
\r\n Vegetais, frutas ou grãos não contém vitamina D. Por ser armazenada no fígado, este órgão é uma boa fonte de vitamina D. Está presente ainda em grande quantidade no óleo de fígado de peixes como lambari, arenque e atum.
\r\n
\r\n Para prevenir doenças como consequência da falta desta importante vitamina no organismo, basta mudar alguns hábitos alimentares, aumentar o tempo de exposição ao sol antes das 10h e depois das 16h ou  ingerir suplemento desde que sob orientação médica.
\r\n
\r\n Por: AgComunicado

\r\n


  • Produtos relacionados
  • Comentários

Produtos relacionados


É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos